Eleições – você concorda?

Hoje vamos queria tratar com vocês de um assunto bem sério mas de forma rápida. Eleição!
Você acha certo que é certo você ser obrigado a ir votar? Acha que é vantajoso de fato ter uma urna eletrônica? Se alguma das duas perguntas feitas por mim foi respondida com sim, gostaria de convidá-lo para uma breve reflexão comigo (Se você respondeu “não”, eu acharia ótimo que participasse também).

Você, cidadão brasileiro tem o dever de votar em um domingo proposto, sem escolha de ir ou não à urna. Já os deputados podem se abster de votações.
Nós fomos obrigados a escolher entre eles para que nos representassem, ganhassem um gordo salário e a mínima exigência feita à eles é que entendam o suficiente da matéria em votação e votar SIM ou NÃO, mas com o direito de tirar o corpo fora malandramente. Isso, amigo, beneficia o político sujo. O que compra voto.

Com o cancelamento da obrigatoriedade do voto poderíamos ter melhoras significativas em alguns pontos. Fazer com que candidatos convençam os eleitores com suas ideias políticas, convencer a ponto de fazer com que o eleitor realmente querer se deslocar do conforto da sua casa e abrir mão de passar uma parte do domingo com a família para ir até lá botar fá no candidato X.

Você realmente acredita que a urna eletrônica é um “avanço na festa da democracia brasileira”?. Você NÃO pode nem ao menos conferir se seu voto foi realmente computado! Nós temos TSE, que é quem organiza as eleições, fiscaliza, contém as urnas. É um sistema totalmente fechado.

Você realmente acha que isso tá certo? Pense, e tente debater isso com alguém!

Anúncios

2 responses to “Eleições – você concorda?

  1. Eu sempre achei que não deveria ser obrigatório, da ultima vez não queria votar mas acabei votando já que uma menina (tava afim) me convenceu que seria exercer a cidadania. Enfim, só não votaria por achar que não posso ser obrigado a isso.

  2. Sempre achei que voto obrigatório é sacanagem. Na ultima vez não queria votar por achar que ninguém pode me obrigar a isso, seria meu protesto mas uma menina (tava afim) me convenceu que seria exercer minha cidadania. Não quero decidir nada nesse país enquanto pessoas que não sabem decidir estão sendo obrigadas a decidirem.

Leu? Então comenta, né!?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s