Tag Archives: de contra

Prefira Pepsi

Esse texto é para quem ri quando não pode; para quem cria caso e implica com os outros. Para quem não está satisfeito com nada, pra ti que vê um pterodátilo te sobrevoando sempre que a sombra de uma nuvem gigante passa correndo por baixo de você. Para os que pensam, não correm e preferem Pepsi. Para quem já dormiu chorando. Para quem não dormiu por chorar. Para quem duvida; para quem já acreditou no que não devia ou em quem não devia. Esse texto é para ler descalço enquanto caminha em uma estrada de pedras pequenas e lisas que fazem massagem nos pés. Para afrouxar a gravata vermelha, prendê-la na testa de modo que a língua fique para trás e gritar “HADOUKEN!” na frente do espelho.

Esse texto é para quem está louco, para loucos e para os que fingem ser. Os que assim são julgados por não seguirem a massa. Não é errado, só não é prudente. Quantas vezes já ouvimos isso? Quantas vezes ainda vão nos cobrar isso? Quantos nãos têm que ouvir para viver em um mundo que herdamos com regras prontas e que devemos seguir sem muito questionamento? Quanto respeito e gratidão deve-se ter por alguém que não os faz valer, apenas cobra em troca de um sexo sem cuidado feito nove meses atrás unicamente para satisfação própria, que esse tempo depois acarretou em você? É, você. O acidente sexual mais bem quisto agora da sua casa. (não falo aqui de gravidez planejada – o que é raro – e de mães vacas que cogitam abortar e (ou) abandonam o filho pós-parto)

“Todo mundo ta errado. Só tu que ta certo.” E POR QUE NÃO? Por que tanta gente se acomoda com tudo que não gosta, não precisamos fazer o mesmo. Não precisamos achar que está tudo certo porque foi sempre assim.

Esse texto é só para sugerir que você ria mais quando falam que você não pode rir; que crie caso e implique com os outros, não se convença facilmente. Para sempre que a sombra de uma nuvem passar correndo pelos seus pés, você rapidamente olhar pro céu e pensar “MEU DEUS! UM PTERODÁTILO!” Para você pensar mais, correr menos e preferir Pespsi.